A morte me chama pra jantar Em forma de suicídio diz que vem pra me buscar Com flores no caixão, Um terço enrolado na mão Me despeço deste mundo de muito preço e poucos valores De muito ódio e poucos amores Uma memória não deixarei, Nem mesmo nas histórias estarei. Pois quem escolherá a morte Talvez não seja um azarado e sim um cara de sorte. Aldo Teixeira

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PURQUE O BRASIL NAO TEM ARMAS NUCLEARES